Estudo, Português e Literatura

Senão ou se não?

Da mesma maneira que outras expressões homófonas, isto é, que possuem sons iguais, sendo praticamente homógrafas, ou escritas da mesma maneira, a não ser por estarem separadas, essas expressões senão e se não trazem muitas dúvidas na hora se serem aplicadas numa frase.

Em primeiro lugar, vamos esclarecer que “senão” é uma palavra só e possui uma função gramatical específica, enquanto “se não” é a junção de dois termos e possuem funções diferentes.

Veja Também: se escreve Viagem ou Viajem?

publicidade:


Senão ou Se Não – O que significa?

Senão” tem a função de conjunção adversativa, servindo para ligar duas frases em que a segunda se opõe à primeira, tendo o sentido de “do contrário”, “mas” ou “de outro modo”, por exemplo. Em alguns casos, “senão” também pode ser usado com o sentido de “mais do que” ou “a não ser”.

Enquanto isso, “se não” é composto pela conjunção condicional “se”, que traz implícita uma relação de hipótese numa frase, e de “não”, o mais famoso advérbio de negação de qualquer idioma. Assim, “se não” é uma expressão em que se coloca uma hipótese negativa de uma afirmação anterior.

publicidade:

Existe apenas um caso em que se pode usar tanto uma quanto outra expressão: é quando usamos “senão” com o sentido de “do contrário”, quando estamos levantando uma hipótese. Trata-se de um caso muito comum e, por isso, bastante requisitado em provas e vestibulares.

Senão ou se não

publicidade:

Vamos dar um exemplo desse caso específico:

Quando duas forças contrárias se encontram, podem se unir e se tornar mais fortes; senão (se não), podem acabar se destruindo entre si”.

Quando usamos o termo “senão”, num exemplo como este, estamos dando ênfase à segunda proposição, opondo-se à primeira, torando as duas frases independentes. No entanto, se usarmos “se não”, estamos dando ênfase à dualidade de uma hipótese, gerando os dois possíveis resultados, como “se sim” ou “se não”.

Senão ou Se Não – Quando Escrever

Os diversos casos de uso das expressões podem ser resolvidos apenas se percebendo a função de “senão” ou “se não” no significado da frase. Se for oposição, devemos usar “senão”, se for uma hipótese, podemos aplicar “se não”.

O uso de “senão” deve ser feito quando tivermos na frase uma das seguintes funções:

  • Uma conjunção alternativa, quando “senão” pode ser substituído por “caso contrário”;
  • Uma conjunção adversativa, quando podemos trocar “senão” por “mas”;
  • Uma preposição, quando temos o mesmo significado de “com exceção de”;
  • Um substantivo masculino com o significado de “falta” ou “defeito”.

Veja alguns exemplos:

  • Precisamos colocar ordem na casa, senão tudo fica bagunçado (caso contrário).
  • Você tem quase tudo de bom, exceto um senão (defeito).
  • A quem senão a meu pai devo dar explicações? (exceto).
  • Conseguimos terminar o trabalho, não por sorte, senão por competência (mas).

No caso de “se não”, só podemos usar quando o “se” é uma conjunção condicional, que pode ser substituída por “caso”, ou conjunção integrante, podendo ser trocada na oração que ela introduz por “isso”, “isto” ou “aquilo”.

Veja alguns exemplos:

  • Se não esfriar esta noite, poderei ir ao cinema (caso não esfrie).
  • Vou verificar se não estão se atrasando demais (verificar isso).

Senão ou Se Não – Explicando o Uso

Podemos perceber, portanto, que “senão” e “se não” não têm o mesmo significado, devendo poder ser substituídos por uma expressão que traga significado à frase quando tivermos dúvida.

Podemos usar “senão” quando a expressão puder ser substituída, com sentido na frase, por “de outro modo”, “caso contrário”, “porém”, “mas sim”, “mas também” ou “do contrário”.

No caso de “se não”, só podemos utilizar a expressão quando ela puder ser trocada por “quando não” ou “caso não”, ou quando a conjunção “se” estiver introduzindo uma oração objetiva direta.

Se você tiver dúvidas na aplicação das expressões “senão” e “se não”, teste as fórmulas que informamos acima. Se não conseguir um significado, troque a expressão, senão terá um grande problema de comunicação.

E isso, certamente, não é nada interessante.

publicidade:
Share this Story

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Como Fazer um Resumo

Veja valiosas dicas de como fazer um resumo, ...




Nosso site é gratuito e sempre será. Para ajudar a manter o site funcionando, por favor indique aos seus amigos clicando no G+, não custa nada.

Receba novidades por e-mail

Assine a nossa newsletter e receba novos conteúdos por e-mail!