Estudo

Festa Junina – Origem, Comidas, Decoração e mais

publicidade:

Temos duas explicações sobre o nome Festa Junina, uma dizendo que são assim conhecidas por serem festas que acontecem durante o mês de junho, e é a que prevalece ainda hoje, nos reportando às festas de São João, Santo Antonio e São Pedro, e outra que diz que, na Europa, nos países católicos, acontecia a Festa Joanina, em homenagem a São João, que, depois, foi transformada em Junina.

De qualquer maneira, a origem é a mesma: as Festas Juninas chegaram ao Brasil através dos colonizadores português, no período colonial, quando o Brasil ainda era governado por Portugal.

publicidade:

Aqui no Brasil, em virtude da influência de diversos elementos culturais, as Festas Juninas tiveram suas adaptações, aproveitando-se da dança marcada, típica das danças nobres da França, que influenciou as Quadrilhas. A tradição de soltar fogos foi influência da China, onde foi inventada a pólvora e, da Península Ibérica, a dança de fitas, que era muito comum em Portugal e Espanha.

publicidade:

Os elementos culturais foram adaptados e misturados aos outros aspectos naturais, trazidos pelos indígenas, pelos escravos africanos, ganhando algumas peculiaridades em cada região do Brasil.

????????????????????????????????????

A Festa Junina do Nordeste

As Festas Juninas são comemoradas de norte a sul do Brasil, mas é na região Nordeste que elas ganham sua maior força e expressão. O mês de junho é a época em que se faz homenagens aos santos católicos, João, Pedro e Antonio, e a época é aproveitada para agradecer as chuvas de inverno, que só acontecem no Nordeste a partir de março, quando não há seca, propiciando o cultivo na região.

Atualmente as Festas Juninas, além de lembrar as velhas tradições, também representam um forte momento econômico, levando muitos turistas para acompanhar os festejos, nas capitais e cidades do interior dos Estados Nordestinos.

As Festas Juninas movimentam o comércio e o turismo e se tornam mais importantes até mesmo que as festas de final de ano, movimentando a economia dos locais mais tradicionais de festejos.

8694091.caruaru_turismo_300_500

Festa Junina – Comidas Típicas

Principalmente no Nordeste, junho é a época da safra do milho e, desta forma, a maior parte da culinária é baseada nesse cereal. São doces, bolos, salgados, com inúmeras receitas feitas de milho, como pamonha, curau, canjica, pipoca, cuscuz e outros alimentos, como bolo de amendoim, de pinhão, cocada, pé-de-moleque, além das bebidas típicas da época, como quentão e vinho quente.

Festa Junina – As Tradições

Algumas tradições são bastante marcadas nas Festas Juninas, como a montagem de fogueiras, que se tornam o centro das festividades, lembrando a visita de Maria, mãe de Jesus, à sua prima Isabel, mãe de João.

Além das fogueiras, os balões se tornam uma atração à parte, embora proibidos em função dos riscos de incêndio, e os fogos, que tornam as Festas Juninas mais animadas.

festa-junina-2014O Nordeste, em muitos locais, ainda conserva outra tradição: os moradores deixam nas janelas uma grande variedade de comidas e bebidas para os grupos festeiros que circulam pela cidade.

No Sudeste e no Sul, as tradições das Festas Juninas são diferentes: é a época das quermesses, geralmente organizadas pelas igrejas, que montam barracas com comidas típicas e jogos para animar a população. Durante a quermesse ocorrem as danças de Quadrilha, com o tradicional Casamento Caipira.

É bastante comum nas Festas Juninas as simpatias, principalmente relacionadas a Santo Antonio, conhecido como santo casamenteiro. No dia do santo, as igrejas distribuem o pãozinho de Santo Antonio, que deve ser colocado junto a outros mantimentos para que não faltem durante o ano, enquanto que, para as mulheres solteiras, comer um pedaço do pãozinho garante o casamento.

As Festas Juninas têm sua origem mais remota em festas pagãs, comemorando a fertilidade da terra, agradecendo a boa colheita no Hemisfério Norte, na época do Solstício de Verão, e foram adaptadas pela Igreja Católica, como forma de atrair os fiéis, da mesma forma que o Natal provém de uma festa pagã.

No Brasil, devido à diversidade cultural, as Festas Juninas se tornaram ainda mais populares, principalmente em virtude dos negros e dos índios, que adaptaram inclusive seus deuses e orixás aos santos católicos, criando o sincretismo religioso mais complexo entre todas as culturas.

Share this Story

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Teorema de Tales

publicidade: Teorema de Tales foi estabelecido por Tales ...