Estudo, História

Independência do Brasil – 7 de Setembro

O Dia da Independência do Brasil, 7 de Setembro, é um fato histórico dos mais importantes para o país, marcando o fim do domínio português e o início de uma nova fase em nossa história.

Antes de 7 de Setembro ocorreram outras tentativas, tendo sacrificado muitas pessoas na luta pelo ideal de independência, como é o caso de Tiradentes, que foi executado pela Coroa Portuguesa ao defender a independência do Brasil no processo conhecido historicamente como Inconfidência Mineira.

A celebração da Independência do Brasil acontece desde a época do Primeiro Império, rememorando o dia em que o Brasil tornou-se independente de Portugal no ano de 1822. O processo teve como atores históricos as figuras de Dom Pedro, que tornou-se o primeiro imperador do novo país, com o título de Dom Pedro I, e de José Bonifácio de Andrada e Silva, que se tornou conhecido na história como Patriarca da Independência, tendo sido um dos principais articuladores desse processo.

publicidade:


2014090416470601

A possibilidade de tornar o Brasil independente de Portugal não ocorreu de forma instantânea. Desde os processos anteriores, grande parte dos brasileiros ansiava por isso e a vontade tornou-se maior a partir da vinda da família real portuguesa para o Brasil, em 1808, na fase que ficou conhecida na história como Período Joanino.

publicidade:

Nessa época, o Brasil tornou-se parte do Reino Unido de Portugal e Algarves, deixando de ser uma simples colônia. As atitudes de Dom João VI nessa faze colaboraram para que o Brasil tivesse maior relevância internacional, com melhores perspectivas políticas, culturais e econômicas.

Portugal, no entanto, passava por grandes turbulências políticas e, para solucioná-las, exigiu a volta de Dom João VI à corte3, em 1821. No Brasil, ficou como seu representante seu filho, Dom Pedro, que recebeu o título de Príncipe Regente.

Cursos grátis

Clique aqui e faça um curso gratuito. São diversas áreas (tecnologia, informática, web, gastronomia, administração). E o melhor, você não precisa pagar nada por isso.

Mas a corte portuguesa não ficou satisfeita, criando um movimento para que Portugal voltasse a ser o centro político do Reino Unido, tornando o Brasil novamente colônia, um fato que os brasileiros não mais aceitavam.

Independência do Brasil: um processo histórico

O Príncipe Regente, durante esse período, era orientado por representantes políticos das elites brasileiras, promovendo uma série de reformas que não agradavam as cortes lusitanas. Para impedir o avanço de movimentos para libertar o Brasil, a corte portuguesa exigiu sua volta imediata a Portugal, mas Dom Pedro se recusou a abandonar nosso país, optando por aqui permanecer. Essa decisão foi tomada em 9 de janeiro de 1822, dia que ficou conhecido como o Dia do Fico.

A decisão não foi vista com bons olhos por Portugal, que continuou com as pressões durante todo o ano de 1822, com uma intensa série de discussões e propostas do outro lado do Atlântico e com propostas, no Brasil, para efetivar a independência.

No mês de setembro de 1822, as cortes portuguesas deram o ultimato a Dom Pedro para retornar a Portugal, sob ameaça de ataque militar ao Brasil. O príncipe, que estava nesse período em viagem do Rio de Janeiro para São Paulo, recebeu a notícia enviada por José Bonifácio em São Paulo, às margens do Riacho Ipiranga, no dia 7.

A carta enviada por José Bonifácio fez com que Dom Pedro tomasse a decisão definitiva, estabelecendo a data como marco inicial da nova nação, declarando o país independente de Portugal, formando um novo império, alicerçando naquele momento o futuro histórico do Brasil como nação livre.

Retornando ao Rio de Janeiro, Dom Pedro foi coroado imperador do Brasil em 1° de dezembro do mesmo ano, quanto tinha 24 anos de idade, recebendo o título de Dom Pedro I, recebendo também, como homenagem, o título de Defensor Perpétuo do Brasil.

A independência do Brasil, no entanto, não foi uma conquista do dia 7 de setembro. Por alguns anos, a partir dessa data, algumas revoluções ocorreram, sendo vencidas pelos brasileiros e rechaçando qualquer tentativa de derrubada do novo governo instaurado por Dom Pedro I. Depois de alguns anos de luta infrutífera, Portugal reconheceu o Brasil como nação, estabelecendo um valor que foi pago como indenização.

publicidade:
Share this Story

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

Palavras Difíceis e seus significados

Há quem diga que inteligência é afrodisíaco. E ...




Nosso site é gratuito e sempre será. Para ajudar a manter o site funcionando, por favor indique aos seus amigos clicando no G+, não custa nada.

Receba novidades por e-mail

Assine a nossa newsletter e receba novos conteúdos por e-mail!